Elétrica

Como são classificados os tipos de fusíveis industriais

Mardey Costa
Escrito por Mardey Costa em 28 de junho de 2022
Junte-se a mais de 15.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Você sabe como são classificados os tipos de fusíveis industriais?

Neste artigo, você vai descobrir como são classificados os tipos de fusíveis industriais.

Portanto, se você quer aprender mais sobre esse assunto, então continue lendo esse artigo. Nele você vai aprender sobre:

E se você gostou do que vem por aí, então não deixe de compartilhar este artigo com seus amigos nas redes sociais, para que eles possam descobrir os tipos de fusíveis industriais.

Como são classificados os tipos de fusíveis industriais

Antes de explicar sobre os tipos de fusíveis, é importante destacar que existem vários tipos de fusíveis com variados intervalos de corrente elétrica.

Mas todos os fusíveis desempenham a mesma função que é interromper a passagem de corrente elétrica mediante a fusão de um elo condutor.

Mas como funcionam os tipos de categoria de fusível, é o que vamos explicar agora.

Tipos de categoria do fusível industrial

Para saber como escolher e utilizar corretamente o fusível é importante conhecer algumas especificações importantes, como a classificação do fusível.

Por isso, os fusíveis são classificados segundo a faixa de interrupção e categoria de utilização. 

Observe na tabela que os fusíveis são classificados segundo a faixa de interrupção e categoria de utilização. 

Neste caso, na parte externa do fusível, é possível ver um conjunto de letras que transmite as informações de faixa de interrupção e categoria de utilização do elemento. 

E é assim que se identifica a carga com que o fusível específico trabalha e qual tipo de dispositivo ele protege.

Para facilitar o seu aprendizado, nós fizemos uma tabela abaixo, confira.

Tabela de classe e categoria para tipos de fusíveis industriais

Confira na imagem abaixo uma tabela com os tipos de classificação de fusível e o que ele indica.

Categoria e tipos de fusíveis industriais

Mas como ler as informações indicadas no corpo do fusível é o que vamos entender agora.

Como ler as indicações no corpo do fusível

De acordo com a tabela acima, as letras minúsculas indicam a categoria de utilização.

Neste caso, no corpo do dispositivo, será sempre a primeira a ser indicada, sempre minúscula.

Em seguida na segunda letra, sempre maiúscula, indicando a aplicação do fusível em questão.

Para entender melhor a utilização da tabela acima, observe o exemplo abaixo

Exemplo de fusível do tipo aM

Para um fusível do tipo “aM” queremos dizer que a primeira letra é um a minúsculo que indica que a atuação é contra curto.

E a segunda letra é M em maiúsculo vai nos indicar que este fusível é para proteção de motores.

Assim como podemos citar o exemplo do fusível do tipo “gL/gG”.

Exemplo de fusível do tipo gL/gG

Neste caso, conforme indicado na tabela acima, a primeira letra é um g minúsculo que indica que a atuação é contra sobrecarga e curto.

Em seguida, a segunda letra é L e G que indica que este fusível é para proteção de cabos e uso geral.

Outro exemplo é o caso do fusível do tipo “aR”.

Exemplo de fusível do tipo aR

Neste caso, a primeira letra é um a minúsculo que indica que a atuação é contra curto.

E a segunda letra é um R maiúsculo que indica que este fusível é para proteção de semicondutores.

Mas além da categoria dos fusíveis, podemos também classificar quanto ao tipo de efeito esperado, é que vamos ver agora.

3 tipos de fusíveis industriais

Existem três categorias de fusíveis conforme a eficiência de operação e aplicações a que se 

destinam. Conheça a seguir cada tipo específico.

Fusível de efeito rápido

Esse tipo de fusível é utilizado em aplicações simples nas quais a carga acionada 

pela rede elétrica não apresenta picos de corrente.

Ou seja, a corrente consumida pelo equipamento através de sua ligação a tomadas não assume valores elevados, por exemplo lâmpadas, fornos elétricos, etc.

Mas temos também o fusível de efeito retardado.

Fusível de efeito retardado

Esse tipo de fusível retardado é utilizado em circuitos nos quais a corrente de partida dos equipamentos assuma valores bem superiores aos que possuem nas condições normais de funcionamento.

Ou também em situações onde ocorre sobrecarga momentânea dos circuitos (pequenos intervalos de tempo).

Neste caso, podemos citar o exemplo dos motores elétricos e cargas capacitivas respectivamente.

Além disso, temos também os fusíveis de efeito ultra rápido, confira

Fusível de efeito ultra rápido

Esse tipo de fusível de efeito ultra rápido é usado em situações nas quais a carga a ser alimentada possui circuitos eletrônicos ultrassensíveis.

Estamos falando de circuitos constituídos por elementos semicondutores, tiristores, GTO’s e diodos.

E neste caso, ele irá interromper a corrente quando houver um curto para evitar danos a essas partes constituintes. 

Mas antes de finalizar este artigo, leia a nossa recomendação abaixo.

Mais informações sobre quais os tipos de fusíveis

É importante destacar que nós já fizemos um artigo mais completo e explicando o que é fusíveis, quais são os tipos e como ele funciona ele funciona na prática.

Por isso, se você tiver interesse, então acesse o artigo acima para saber mais.